A Papa Mielina

A Papa Mielina
banner A Papa Mielina

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Ranger os dentes! Tirem-me deste filme!

Felizmente, parece mesmo que vou "sair desse filme" =D graças à goteira



Passo a explicar, devido a tudo me provocar demasiado stress, aliás como referi nos posts anteriores, e como a Dª Eugénia Margaida não ajuda nada nestas situações, andava, e ainda ando, a fazer demasiada pressão nos maxilares.



Dava por mim, a ranger os dentes, assim do nada. Isto já me acompanhava há vários anos, mesmo antes da Dª Eugénia Margaida dar de si. Enfim, nos últimos meses tenho vindo a sentir muitas dores de ouvidos e de cabeça. Sentia-me muitas vezes desconfortável e com dores no pescoço.




Acontece que sempre culpei a Dª Sinusite (pensavam que ia referir a Dª Eugénia? =P ), por estas dores, que não me deixavam dormir, que me faziam tomar demasiados "paracetamol", para conseguir, ou pelo menos, tentar dormir. É claro que muitas das vezes passava a noite em branco, porque o raio do paracetamol não fazia efeito. E porquê? Porque eu não estava nada relaxada. Então tomava comprimidos para as dores e continuava stressada e frustrada com a situação, pois eu precisava era de relaxar os maxilares. Portanto é normal que com o tempo tenha adquirido uma cor mais escura e saliente da parte inferior dos olhos. Assim como aquele ar de cansada, que levam as pessoas a questionar: "tás bem?", "tás doente?"...
Finalmente, na semana passada, chegou o dia da consulta de otorrinolaringologia, no hospital, que já aguardava há 1 ano. O Dr. muito simpático e atencioso, ficou um pouco baralhado com as minhas queixas ao analisar os ouvidos. Mas eis que se fez luz quando, com um ar muito intrigado, colocou os dedos na zona por baixo dos ouvidos, e me pediu para abrir e fechar a boca. Foi como se tivesse descoberto a cura para os meus males... O diagnóstico foi uma artrose nos maxilares. Como já tinha um histórico de dores e uso de goteiras provisórias ou lá o que eram, e como me "apanhava", constantemente, a ranger os dentes, achei que até fazia sentido. Porque afinal a Dª Sinusite não tinha culpa nenhuma, e neste caso nem a Dª Eugénia Margaida. Mas confesso que fiquei um pouco indignada com o facto da Dª Sinusite ter sido ilibada da acusação, pois toda a minha vida andei em clínicas privadas a ser consultada por médicos de otorrinolaringologia, que sempre me diagnosticaram com sinusite (e não era a aguda, que vai e vem, por sinal), em que a suposta cura rápida eram os antibióticos e a suposta cura, que talvez funcionasse, uma operação demasiado dispendiosa para os nossos bolsos.
Anos mais tarde, foi preciso "choramingar" ao meu médico de família para que este me solicitasse uma consulta da especialidade de otorrinolaringologia no serviço público, para que, finalmente, começasse o meu processo de "cura", assim o espero (sei que não tem cura, mas temos como não deixar avançar mais, daí as aspas).

A graça nesta história, está no facto de até já ter iniciado o processo da goteira antes desta consulta, pois na semana anterior à consulta de otorrinolaringologia, fui a uma Consulta de Oclusão, numa clínica dentária em Leiria, a qual já me havia falado na necessidade da goteira, no ano passado, por achar que tinha a doença disfuncional da articulação tempero-mandibular ( ATM ). Só que como sou um pouco forreta, fiquei com o pé atrás por causa do preço, e desde então tenho usado uma goteira provisória apenas para dormir porque até me estava a sentir melhor. O problema foi meu, quando tornei o "provisório", que segundo o médico seriam penas 4 meses, para 1 ano e 8 meses. Como pensava que o problema estava nos ouvidos, deixei andar. Mas esta situação chegou a um ponto em que não podia continuar assim.


Agora com a meditação, o Yoga e a goteira, espero que comece a dormir melhor e que as olheiras desapareçam, ou pelo menos que se deixem de notar tanto.
Vou mantendo-vos informados =D


RESUMO DA HISTÓRIA: nem sempre a Dª Eugénia Margaida é a culpada ou a "criadora"  da situação, visto este problema ter tido início muito antes de me ter sido diagnosticada a Esclerose Múltipla.

 

TOMEM NOTA: nunca culpem uma Dª doença qualquer, nem tenham como garantido que o sítio da dor é a origem do problema. Procurem sempre acertar na especialidade correta, infelizmente para isso é necessário ou gastar muito dinheiro ou esperar(desesperar) durante alguns anos para que consigam a tal consulta, e sejam teimosos com o vosso médico de família, quando ele insiste em vos medicar com coisas que não resolvem a situação, e que só servem para "tapar os olhos", porque, na opinião dele, não vale a pena pedir consulta da especialidade no serviço público por causa das listas de espera  -_- OMG!!!



Sem comentários:

Enviar um comentário

^ Top